Tags Posts tagged with "Grande Guerra"

Grande Guerra

Equipamento usado por sargentos britânicos durante a Batalha do Somme, 1916.
O fotógrafo Thom Atkinson retorna com mais uma de suas séries de fotografias com equipamentos militares. Desta vez, são os utilizados pelos britânicos, franceses, alemães, russos e americanos durante as batalhas da Primeira Guerra Mundial.
Equipamento usado por sargentos britânicos durante a Batalha do Somme, 1916.
Equipamento usado por sargentos britânicos durante a Batalha do Somme, 1916.

Há algum tempo atrás, postamos um artigo sobre a série de fotografias tiradas por Atkinson documentando os kits dos soldados britânicos através de 1000 anos de história. Dá Batalha de Hastings (1066) à Bosworth (1485), passando por Naseby (1645), Ilhas Malvinas (1982) e a Província de Helmand, no Afeganistão –  em seguida mostrando o kit do Sapeiro de Suporte dos Engenheiros Reais.

A última série de fotografias de Atkinson, novamente publicada na Revista Telegraph (18 de junho), faz uma análise através dos kits usados por algumas das nações envolvidas na Grande Guerra.

Foto de capa: equipamento usado por sargentos britânicos durante a Batalha do Somme, 1916. Acima: equipamento do soldado alemão durante a Batalha do Somme, 1916, 
Equipamento do soldado alemão durante a Batalha do Somme, 1916

É possível ver nestas imagens as evoluções do armamento militar durante o curso da guerra. Por exemplo, quando os americanos juntaram-se ao esforço aliado em 1917, eles vestiam chapéus de campanha feitos em couro de castor e feltro, e as cintas eram feitas com fibras de corda.

Eles rapidamente optaram por usar os capacetes franceses ou britânicos feitos em aço. Já os alemães tinham suas típicas botas que cobriam as canelas, que muitas vezes eram sugadas ao pisar na espessa camada de lama durante as batalhas na “terra de ninguém”. Para suas botas, a falta de couro levou os aliados a calçá-las juntamente com bandagens enroladas em suas canelas.

Em termos de camuflagem, os franceses entraram na guerra vestindo calças e quepes vermelhos. Os quepes foram mais tarde cobertos com um espécie de tecido mais grosso, e então foi criado e introduzido o Capacete de Adriano, em 1915. Em ambos os lados da guerra os soldados carregam uma baioneta, agulha e linha, e uma pequena bíblia, livro de orações ou talismã. Estes itens eram muito frequentes nas fileiras.

O kit usado pelo soldado raso francês durante a Batalha de Verdun, 1916.
O kit usado pelo soldado raso francês durante a Batalha de Verdun, 1916.

Abaixo, este interessante grupo de equipamentos pertencenteu a um membro do Exército Russo, e foi de fato usado por um membro do 1º Batalhão Feminino da Morte. Em 1917, antes da Revolução Bolchevique, batalhões inteiramente compostos por mulheres foram criados com o intuito de reascender a moral do exército russo, já dizimado e desmoralizados pelo combate incessante. Pensava-se que instituindo uma concorrência utilizando mulheres, o sexo frágil para a época, criaria-se um novo espírito de combate. Mas nada aconteceu. Este kit é o de uma Suboficial Mladhsi (oficial não comissionado).

As soldados mulheres, assim como os homens, usavam uma camisa (pullover) chamado de “gymnasterka”. A touca com duas caudas (ao lado dos chapéus à esquerda) eram usadas sobre o bashlik, que era vestido na cabeça e enrolado sobre a face. Soldados eram proibidos de usá-lo a menos que a temperatura caísse para -5º celsius.

Equipamento usado pelo 1º Batalhão Feminino da Morte
Equipamento usado pelo 1º Batalhão Feminino da Morte
Uniforme de Infantaria do exército americano (Doughboy), logo após sua chegada na França, 1917.
Uniforme de Infantaria do exército americano (Doughboy), logo após sua chegada na França, 1917.

 

11025762_791745177574805_5623456987715373154_n 11010960_791745130908143_5401983707469637581_n

11066090_791744760908180_6962483783191205895_n

11058500_791745017574821_1507857080663331665_n

Milhares de tropas francesas e alemãs morreram defendendo colinas e vales franceses durante a grande guerra, e quase 100 anos depois seus restos mortais já embalsamados pelo barro e o clima úmido ainda continuam sendo descobertos. Assim também com os explosivos: granadas de mão que relembram o formato de batatas.

10981199_791744720908184_2768339365381237479_n

Existem aproximadamente 500 cavernas, muitas delas repletas de complexos de túneis e salas por onde perambulavam soldados sujos e fadigados após dias de combate intenso e cargas de artilharia ao redor. E aina assim estas cavernas não são parte regular dos campos de batalha.

11000614_791744970908159_1450835386989975832_n

 

11069856_791744640908192_953885314103638789_n

Estas cavernas eram inicialmente usadas como hospitais. Mas quando chegava o inverno, à medida em que o campo de batalha se transformava em um lamaçal de proporções gigantescas, as paredes rochosas eram tornavam-se um abrigo valioso para estas tropas em rodízio com a linha de frente. Estas cavernas também eram frequentemente usadas como estábulos, também como prisão para os capturados durante o avanço. Sapatos ainda permanecem espalhados pelo local, assim como vergalhões fincados nas paredes onde passavam os fios de eletricidade e telefone.

14316_791744990908157_7248830254435974915_n-591x400

As temperaturas dentro das cavernas fazem com que seu interior permaneça seco, o que é positivo para a conservação dos murais entalhados nas paredes.

1743639_791745170908139_9054197112601074813_n

 

13022_791744637574859_7095071659596169535_n 11073972_791744947574828_1313687534883586824_n 11073305_791744784241511_3402687470419761047_n 11056894_791745064241483_7579324783112546217_n 11050272_791744810908175_6094584881651645827_n 11034038_791745034241486_7998754274734868613_n 11008419_791744917574831_5211806279084985293_n-1 10996491_791745077574815_4756758381358582818_n 10982295_791744737574849_8258141176030513519_n 10980733_791744957574827_6210662229922771606_n 10455939_791744870908169_1884472688127239096_n 10361031_791745097574813_7530441544782043546_n 1962737_791744830908173_6003249355461172132_n

 

RANDOM POSTS

0 236
  Passados 3 meses desde o lançamento do filme (12 de Julho de 2017), creio que todos os nossos leitores provavelmente já assistiram este nostálgico...